segunda-feira, 25 de maio de 2015

Os Custo de Levar a Biblia Para Inglaterra (Willam Tyndale) Parte 1

 
Henrique VII estava com Raiva de Tyndale por este acreditar e promover os ensinamentos da Reforma de Martinho Lutero. Mais a despeito dessa raiva da alta corte contra Tyndale, a mensagem do Rei para Tyndale, transmitida Por Vaughan, era misericórdia: “Sua Majestade Real o rei está [...] Inclinado a ser misericordioso, ter piedade e compaixão”. Tyndale, com 37 anos, ficou comovido até as lágrimas com essa oferta de Misericórdia. Ele estivera exilado de sua pátria por sete anos. Mas, em Seguida, ele insistiu na mesma tecla: O Rei autorizaria uma Bíblia Inglesa vernácula a partir das línguas Originais?
Tyndale Entregar-se-ia ao rei com uma condição. Que ele autorizasse uma Bíblia inglesa Traduzida do Grego e do Hebraico na Linguagem comum do Povo.
O Rei Recusou. E Tyndale nunca voltou para sua pátria. Ao contrário, se o Rei e a Igreja Católica Romana Não fornecessem uma Bíblia impressa em Inglês para homem comum ler, Tyndale a forneceria mesmo que fosse ao custo de sua vida, e ele pagou esse alto preço cinco anos mais tarde.
   Em 1522, quando tinha 28 anos, ele servia como tutor na casa de John Walsh, em Gloucestershire, Inglaterra, dedicando a maior parte de seu tempo ao estudo do Novo Testamento Grego de Erasmo, impresso apenas seis anos antes, em 1516.
A cada dia, William Tyndale via mais claramente as verdades da Reforma no Novo Testamento Grego como um sacerdote católico ordenado. Cada vez mais, ele levantava suspeitas na casa católica de John Walsh. Homens instruídos iam jantar, e Tyndale discutia as coisas que via no Novo testamento. John Foxe conta-nos que, certo dia, um exasperado estudioso católico que jantava com Tyndale disse: “Seria melhor ficar sem a lei de Deus que sem o papa”.
   Em Resposta, Tyndale disse suas famosas palavras “Desafio o papa e todas as suas leis. [...] Se Deus poupar minha vida Por muitos anos, farei com que o rapaz que guia o arado conheça mais das Escrituras do que você a conhece”.
      Quatro anos depois, Tyndale terminou a tradução para o inglês do Novo Testamento grego, em Worms, Alemanha, e começou a contrabandeá-lo para a Inglaterra em fardos de Roupa.

Em 1564 Tyndale Publicou um Novo Testamento revisado, depois de, nesse meio tempo, ter aprendido Hebraico, Provavelmente na Alemanha, o que ajudou a entender melhor as ligações entre o Antigo e o Novo Testamento.


Bibligrafia:

Completando As Aflições
Jonh Piper
Shedd Publicações
   


Notas:

Ibid..,p.216
Daniell. Tyndale p.79